Para: N.

Depois que você comentou sobre aquele dia que conheci seus pais fiquei lembrando, foi legal e eu estava apaixonado. Completamente fora da minha realidade, completamente fora de mim. Você foi uma pessoa muito paciente comigo. Primeiro, aceitou o desafio de me conhecer, mas eu fiz besteira e você não aguentou. Segundo, aturou uns meses em que fiquei tentando inutilmente resgatar o que tínhamos e piorando ainda mais a nossa “amizade”. Terceiro, aguentou minhas loucuras e crises de personalidade.

De um tempo pra cá as coisas mudaram bastante, claro que ainda penso no que aconteceu, mas já não importa tanto. Você agora já encontrou outro alguém e pelo o que eu li você deixou claro que ele tem o Melhor Carinho, Melhor Abraço, enfim, o Melhor que você procura agora. Lembrei da música (haha), apenas sons melódicos e  palavras agora. Acredita que estou sem nenhuma curiosidade de saber quem é o outro? Ok, talvez tenha um pouco, mas é suportável.

Sabe, na verdade não sei por que estou fazendo isso, não sei o motivo para eu estar me explicando ou escrevendo isso para você. Prometi algumas coisas a você que agora já tenho certeza de que não cumprirei, não há a menor necessidade então não farei mais. Claro que seria bom eu cumprir pelo menos essa promessa, mas pra quê? Se eu cumprir é capaz de complicar sua vida e causar ciúmes em quem eu nem conheço. Eu gosto de você, realmente gosto, mas há coisas que são melhores nas lembranças. Ah, minhas lembranças me torturam, isso é horrível.

Ignorei muita coisa que me diziam, muita coisa que eu via. Eu era exclusivamente seu. Você me tinha em suas mãos. Faz um tempo que eu prometi a mim mesmo que não iria procurar por você. Nos últimos meses, toda vez que eu puxava assunto você me ignorava ou dava respostas rápidas. Eu odeio me sentir ignorado, aliás, ninguém gosta. Decidi não chamar mais sua atenção, não puxei mais assuntos, parei de desejar bom dia e perguntar se você está bem. Eu quis estar perto de você quando você perdeu pessoas importantes, mas seu orgulho, pelo o que parece me afastou. Eu nunca fui bom em superações.

“eu não gosto de expor sentimentos.”

Pelo menos não gostava comigo, isso pelo que percebi mudou, mas já não importa. Já são seis meses. Seis longos e estranhamente rápidos meses passaram e ainda assim eu lembro claramente. Lembro que fui muito feliz entre fevereiro e maio deste ano. Fevereiro foi quando começamos a trocar mensagens, maio foi quando houve a mudança.

Guardei por algumas semanas sua blusa do Mickey na minha casa, o perfume era tão doce quando você esqueceu lá. Já passaram algumas semanas e a blusa continua guardada, você não veio buscar e só me restará ir devolver pessoalmente. O perfume não está mais presente, assim como você, e já não consigo lembrar.

Ok é mentira. Eu lembro, mas não importa, pelo menos finjo que não importa. Estamos seguindo outros caminhos. Outra mulher está na porta agora, abri e convidei para entrar, mas ela prefere que seja outro dia. Um passo de cada vez. Eu estou bem, você me parece bem e no momento é isso que importa. Juro que não sei como terminar isso, a verdadeira intenção era lhe entregar rosas e outras coisas, mas será que mudaria algo? Não acho que faria diferença. Não sei como finalizar isto, não era a intenção escrever sobre meu sentimento ou sobre você. Simplesmente são pensamentos que escrevi após ver sua foto com outro e seus comentários de que ele é Melhor. Egoísmo? Sim. Ciúmes desnecessários? Sim, também. Arrependimento? Com certeza, mas será que este desfecho não foi bom? Será que era simplesmente para ser assim?

E você ainda me ignora e eu finjo que já não me importo. Vou finalizar com a música que me faz lembrar você. Era a banda que eu escutava quando começamos. Era a música que não fazia sentido algum até terminar…

“… Vou ficar aqui, com um bom livro ou com a TV… Meu amor, cuidado na estrada. E quando você voltar tranque o portão, feche as janelas, apague a luz e saiba que…”

Enfim, é apenas isso. Eu ainda gosto de você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s